A certeza que existe em nós...

15:56


Eu queria escrever sobre você, mas é tão difícil descrever seu olhar e decifrar esse teu sorriso. É tão difícil encontrar as palavras certas para explicar suas atitudes e o efeito que cê consegue provocar em mim. É tão difícil falar de você sem parecer clichê. Já me sinto uma tola só por ter começado este texto sem ao menos saber o que dizer.

Eu queria falar sobre mim, mas sabe como é nunca fui alguém interessante. Minha vida é uma bagunça, meus textos são um fracasso e meu café anda amargo. Bem que meu horoscopo havia dito que a semana não seria das melhores, na verdade nunca foi. Naquele dia acordei atrasada, não tomei café e fui direto para o trabalho, também não consegui almoçar, pois gastei meu horário de almoço para terminar o trabalho de final de semestre da faculdade. Peguei o busão lotado, enfrentei o congestionamento e tive a má sorte de ser pega por aquela tempestade de fim de tarde que me deixou encharcada. Minha única sorte foi encontrar você naquela sexta-feira.

Finalmente cheguei a uma conclusão: Eu quero escrever sobre nós dois. Que as regras gramaticais me desculpem, mas “agente” junto é tão mais bonito. Desde aquele dia de chuva, quando cheguei ensopada na estação e você achou graça do palavrão que murmurei ao seu lado, sem perceber que você estava prestando atenção em mim, não paro de pensar em nós dois. Desde aquele dia em que pediu meu número como quem não quer nada, virou a madrugada de sábado puxando assunto e finalmente me convidou para sair, eu não paro de pensar em nós dois. Porque é tudo tão bonito e irreal que eu não consigo parar de pensar em nós dois.

Às vezes me bate um medo danado de tudo não se passar de um sonho bom e esse “nós” nunca ter existido. Ou de repente esse “nós” virar só eu e você, como era antes daquele temporal. Mas é só você me envolver em seus braços e me apertar contra o peito naquele abraço quentinho de fim de tarde que o medo passa e a certeza fica. Fica em seus braços nos meus braços, em seus lábios nos meus lábios. Fica em nós.

Leia também:

2 comentários

  1. Caraca!! Deixa eu respirar haha a segunda estrofe é Perfeita!!! Tão eu kkk
    Beijinhos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir